sexta-feira, maio 05, 2006

Da esquerda para a direita, o Filipe, o Félix e o Carlos. Além de uma preciosa ajuda na resolução de problemas académicos, em concreto os fisíco-quimicos das artes gráficas, os dois personagens dos extremos são sempre eficazes em livrar (com elegância) a personagem do meio das mais complicadas situações, como se pode ver na foto supra...

1 comentário:

Monty disse...

Os três mais belos "espécimens" que alguma vez passaram pelas Artes